haribol, bem vindos , por favor adicionar

Pesquisar este blog

Translate

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Desacelerando O Blog

Hare Krsna !






Dandavat e Pranamas queridos devotos e amigos , bem vindos todos , estou muito feliz deste blog esta sendo bem visto e sendo aceito por todos , eu realmente me sinto feliz de poder estar neste seva .

Escrevo a vcs esta satisfação porque estarei vindo postar de vez em quando, numa frequencia normal de blog , eu tenho outros blogs of line ocultos para serem construindo neste sistema de acervos e pesquisas, então tenho de me dedicar tambem a eles uma vez que os registrei no google .tenho de finalizar estas postagens importantes e são muitos os novos blogs para deixar on line para todos , estes novos blogs , sevas me foi ortogado , dado pela didi srimati syamarani, que estou seguindo as instrução divinas nestes sevas , são blogs importantes de sastras que estão ocultos neste momento .

Eu tambem estou mais ativa na minha escola de modelos ,os trabalhos estão vindo e eu preciso desta energia tambem , Krsna esta me dando muitas benções ,Krsna e muito meu amigo mesmo , tenho muitas realizações, só posso agradecer sempre ...


Estou feliz com tudo que esta acontecendo de novo no movimento Hare Krsna , penso que foram poucos anos,pouco tempo mas de muita evolução no geral .

Conseguimos abrir as mentes dos devotos , conseguimos fazer muitos entender muitas coisas importantes , tudo foi pelo poder do amor que eles tem por Krsna e por Srila Prabhupada e pelos devotos puros .

A união dos devotos e algo divino como agua que ninguem pode conter, um devoto de verdade se derrete pelo outro e nada nem ninguem pode fazer algo para impedir , esta é a natureza dos devotos .

Um devoto ama o outro não importa de que lado estão ,,, Isto é Krsna

Krsna é muito tinhoso ... brincalhão - Eles nos engana e faz uns arranjos que só muito intimo mesmo pode se perceber a coisa acontecer ....

Eu sei que muitos devotos ja realizaram que Krsna ocupounos a todos para este crescimento divino de sua Consciencia Suprema , todos tem mérito , uns nascem puros , outros estão nesta para se purificar , ms o importante e estar com Sri Radha Krsna isto faz toda diferença astral pessoal material , sutil, Sri Radha Krsna tem o poder de mudar e transformar tudo , em paz e amor união e fé , muita fé para seus devotos , é a propria presença Deles com agente , isto que nos faz entender cada coisa cada historia , e aceitar esta vida boa e divina .

Eu sinto que esta vindo um tempo de paz e aceitação entre os devotos e os religiosos do mundo , as almas que tem fé , aquelas que estão acordadas , esta havendo mais amor no mundo .

Eu sinto os devotos que conheço mais sensiveis , mesmo aqueles distantes e que não falo a tempos , eu sinto as energias deles ao pensar neles , e eu sinto o preconceito indo embora e assim as paradhas tambem , as ofensas tambem indo embora ,

Eu sei Os Santos Vaishnavas deram paravras finais quanto as ofenças, eu penso que isto esta tambem limpando os nossos corações , tirando magoas e rancores , tirando tudo que e ruim

Eu sinto tambem os devotos cantando com mais fé , atentos a meditação , ao conceito de não comer bhogas, eu vejo e sinto esta limpeza em todos , gradativamente esta vindo esta limpeza

Eu sinto que Krsna já passou e já pegou as cabeças que ele queria , então sinto agora os devotos nesta paz . alegres a cantar e comer prasada , ahhh sripad vana maharaj esta no Brasil isto muda tambem tudo no astral , tem de ser falando, lembrado .

Bom tambem mais seria nos meus mantras no puja as minhas Thakuraji,buscando ler mais os meus livros , postar e muito bom , muito rico , mas eu estou precisando de mais tempo e de me dedicar a outras paginas tambem , então vou dar uma desacelerada neste blog , sempre vou postar sites novos nas laterias para suprir os devotos e amigos leitores de novidades ,estarei sempre on line e atuante no face book onde minha pagina vai estara aberta para todos visualizar as atualização mesmo não postando aqui estarei atualizando as novidades no face book compartilhando.

É muito bom a sensação de ver tantos sites e links ja postados , isto me traz paz interior de um serviço feito com amor usando de minhas forma fisica , pelos santos vaisnavas que estão em seva em energias , o meu guruji esta sempre comigo e me inspira e os santos acaryas guardiões
Eles estão sempre presente onde quer qe uma mente os chame , estão sempre dispostos a inspirar os devotos , as almas escolhidas a dedo , as vezes o corpo e impuro,mas o coração e bom é alma e doce e os santos devotos ocupam o corpo a forma do ser em seva puro , usa as mãos , usa sua fala e sua mente para se fazer o seva .

No Sri Vyasa Puja Sripad BV Vana Maharaj na cerimonia de fogo disse uma frase e esta me marcou muito =

Ele falou ---->

Tudo que eu faço , eu faço por Srila Gurudeva

e pediu a nos para repetir esta frase ..

então sinto que até mesmo ele se deixar usar para o seva puro vir e para as energias de Sri Radha Krsna dar as benções, e muita coisa linda acontecendo para descrever tudo .. mas e isto ..


Por favor aceitem minhas reverencias a Sri Krsna em cada coração , haribol

Jaya Srila Gurudeva !!!! Hare Krsna !


terça-feira, 29 de junho de 2010

INSTITUTO SUPERIOR DE ESTUDOS DO SHAIVISMO DE KASHEMIRA

Cursos de Extensão em Filosofia Hindu


INSTITUTO SUPERIOR DE ESTUDOS DO SHAIVISMO DE KASHEMIRA

Nova Sede em Mairiporã- SP

http://www.iseska.com/

http//templodeshiva.blogspot.com/

Extensão em Filosofia Monista de Shankaracharya

http//shankaracharyaiaiseska.blogspot.com/

Extensão em Filosofia do Dualismo e Monismo de Nimbarkacharya

http//nimbarkacharyaiseska.blogspot.com/

Extensão em Filosofia do Distinto Monismo de Ramanujacharya

http//ramanujacharyaiseska.blogspot.com/

Extensão em Filosofia do Puro Monismo de Vallabhacharya

http//vallabhacharyaiseska.blogspot.com/

Extensão em Filosofia do Puro Dualismo de Madhavacharya

http//madhavacharyaiseska.blogspot.com/

EXTENSÃO EM SANSKRITO

http//sanskritoiseska.blogspot.com/

Curso de Extensão no Épico Ramayana

http//ramayanaiseska.blogspot.com/

Curso de Extensão no Épico Mahabharata

http//mahabharataiseska.blogspot.com/


Contato- (11)9739-9168

E-mail- prof.orlandoalves@gmail.com






Jaya Sri Ganesh !!!!

Portal BHAKTI Vinoda

Instituto BHAKTI Vinoda de pesquisa em Ciência Védica Aplicada (Parte do Centro para estudos de BHAKTI)



quinta-feira, 24 de junho de 2010

O que é a vida?

Tradução: Ramananda Das



O que é a vida?
Por T. D. Singh, Ph.D. (Srila Bhaktisvarupa Damodara Maharaj)

*T. D. Singh, Ph.D. é Fundador Diretor do Instituto Bhaktivedanta.

Vida de acordo com o Vedanta pode ser descrita na seguinte representação: ser vivo = genoma (corpo físico/material) + mente, inteligência & falso ego (matéria sutil) + spiriton (partícula de vida espiritual). De acordo com o Vedanta, o tratado de herança cultural e espiritual indiana mais filosófico e científico, todos os seres vivos são animados pela presença de uma partícula espiritual fundamental não química ou não molecular - “spiriton” (chamado atman na terminologia Vedantica).

No Vedanta há dois aspectos da realidade – a natureza espiritual e a natureza material. Isto deveria ser transmitido da alma espiritual ou 'spiriton'. Nos livros de biologia, vida ou seres vivos são geralmente definidos como possuindo o potencial de crescer, reproduzir, mover, responder a tais estímulos como luz, calor, som e são sustentados pelos processos de nutrição, respiração e excreção. Mas o que faz esses sistemas vivos crescerem? Biologicamente, nós explicamos que o crescimento é devido a multiplicação de células através dos vários tipos de mitosis ou meiosis. Mas em primeiro lugar, porque qualquer célula começa a se dividir? Porque um ovo fertilizado (depois a célula de esperma se une a célula do ovo) passa por divisões que resultam na formação do corpo inteiro?

O Vedanta descreve que devido a presença de 'spiriton' o corpo é animado e ativo e passa por seis tipos de transformações. Nasce, vive por algum tempo, cresce, produz alguma cria, gradualmente definha, e finalmente desaparece no esquecimento.

É tal como a analogia do carro e o motorista dentro. Quando o motorista se vai, o carro não pode mover. Similarmente, quando a alma espiritual, spiriton se vai, ou o que nós podemos chamar de morte, o corpo não pode ser animado mesmo com o fato que toda a máquina molecular que faz o corpo ainda estiver intacta.

Srimad Bhagavad-Gita menciona sobre 'spiriton' sendo diferente da matéria como segue:

bhumir apo 'nalo vayuh kham mano buddhir eva
ca ahankara itiyam me bhinna prakrtir astadha
apareyam itas tv anyam prakrtim viddhi me
param jiva-bhutam maha-baho
yayedam dharyate jagat

Tradução: “Terra, água, fogo, ar, éter, mente, inteligência e ego falso; essas oito juntas constituem Minhas (Senhor Krishna) energias materiais separadas. Além desta energia inferior, ó Arjuna de braços poderosos, existe uma energia superior Minha, que compreende todos os seres vivos (spiritons) que estão explorando os recursos dessa natureza material inferior.

De acordo com o Vedanta, a ciência da alma ou spiriton (atman) é a essência sublime da espiritualidade. O Bhagavad-Gita se refere a essa ciência como - raja-vidya raja-guhyam pavitram
idam uttamam pratyaksavagamam dharmyam su-sukham kartum avyayam, significando, “Este conhecimento é o rei da educação, o mais secreto de todos segredos. É o conhecimento mais puro, e porque dá a percepção direta do eu pela realização, é a perfeição da religião. É perpétuo, e executado alegremente.”
De acordo com o Vedanta, o propósito último da vida humana é descobrirmos nossa real identidade espiritual e nosso relacionamento com o Supremo. Portanto, o Vedanta lida extremamente com a vida de uma perspectiva espiritual e dá sua preponderância sobre a matéria não-senciente.

Referencias

1. A Conversation with James Watson, Scientific American, 2003, 288(4):66-70. Também consulte a versão ampliada desta conversa no website da Scientific American www.sciam.com
2. Palestra por Stephen Hawking sobre “GÎdel and the End of Physics” na Texas A&M University em College Station, Texas, 8 de Março, 2003; adaptado de http://www.damtp.cam.ac.uk/strtst/dirac/hawkin
g
3. Nós devemos notar que algumas tradições religiosas não aceitam a existência da alma e algumas outras proclamam que a alma está presente somente nos seres humanos. Entretanto, a antiga ciência Védica da Índia não aceita tais afirmações e afirma fortemente que todas as entidades vivas têm alma.
4. A. C. Bhaktivedanta Swami Srila Prabhupada, Bhagavad-Gita como ele é, Bhaktivedanta Book Trust Bombay, 1997, comentário do verso 2.20.
5. Ibid., versos 7.4-5.

Tradução: Ramananda Das


REPORTAGEM DE FOTOS DA TURNÊ Navadvipa Parikrama

http://1.bp.blogspot.com/_rYlplSAcn1w/TCPmQ-X8CXI/AAAAAAAAAMU/kYK2YvXVHQU/s1600/calf1.jpg

http://turnegurudeva.blogspot.com

Navadvipa Parikrama – Fevereiro 22-28, 2010

Tridandisvami Sri Srimad Bhaktivedanta Narayana Gosvami Maharaja

Reportagem escrita por: Jayasri dasi


Traduzido por : Ramananda Das




jaya jaya navadvipa sarva-dhama-sara se dhamera tattva varne sadhya ache ka’ra [“Todas as glórias, todas as glórias a Sri Navadvipa, a essência de todas as moradas sagradas! Quem poderia estar apto a descrever a natureza real deste dhama.” (Sri Navadvipa-dhama-mahatmya, 2.1) De 22 a 28 de Fevereiro, acima de 15,000 devotos se reuniram para o auspicioso Gaura Purnima Navadvipa-dhama Parikrama. Eu cheguei um poucos dias mais cedo, e fiquei maravilhada de ver o espaço ser rapidamente preenchido na Sri Kesavaji Gaudiya Matha em Koladvipa. Milhares de Bengalis se reuniram dentro e fora do templo, dormindo nos pisos de mármore no templo ou no chão ao redor do templo. Suas austeridade foram incomparáveis; mesmo em idade avançada eles vinham para o parikrama. Seu serviço foi uma inspiração. Isto me faz pensar na incrível habilidade organizacional da distribuição da prasada. Sempre era uma bela visão ver muitas pessoas juntas em um lugar honrando maha-prasada. Todas as glórias para o brilho dos que estavam na prasada seva.





Esta manhã antes do nosso parikrama oficial começar, nós todos andamos para o Panchaveni Ghat para fazer nosso sankalpa (votos para o parikrama) – um começo muito importante de nossa intensa semana. Eu estava tão feliz de ver no Sri Navadvipa-dhama-mahatmya, um verso neste lugar transcendental aonde todos os rios se encontram. Felizmente, foi traduzido para o inglês justo a tempo para o parikrama deste ano: ganga-yamunadi tatha sada vidyamana sapta-puri prayagadi ache sthane sthana [“Para tal pessoa, é revelado que Ganga, Yamuna, Sarasvati, Godavari e outros rios sagrados fluem juntos aqui e que Prayaga e as outras sete cidades sagradas estão presentes em vários lugares importantes.” (2.19 Sri-Navadvipa-dhama-mahatmya)] Antes do sankalpa, Srila Gurudeva nos encontrou quando chegamos na Sri Devananda Gaudiya Matha. Lá, depois de oferecer arati para seu Gurudeva, Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja, e seu querido irmão, Srila Bhaktivedanta Vamana Gosvami Maharaja, ele compartilhou conosco alguns doces passatempos de nosso Parama-gurudeva (mestre espiritual-avô).



Andando na plataforma em direção aos altares de Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja e Srila Bhaktivedanta Vamana Gosvami Maharaja, para oferecer reverencias e arati.




Guru-puja para Srila Gurudeva
Sriad Madhava Maharaja traduziu para o inglês o pequeno discurso em bengali de Srila Gurudeva: “Hoje nós somos muitos afortunados, porque é o começo de nosso Navadvipa Parikrama, e nós estamos visitando a Sri Devananda Gaudiya Matha. Esta matha foi estabelecida por nosso querido Gurudeva, nitya-lila pravista om visnupada Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja. Devido a certas circuntancias, Srila Gurudeva deixou a Sri Caitanya Gaudiya Matha em Mayapura com muitos dos seus irmãos espirituais, e estabeleceu a Sri Devananda Gaudiya Matha aqui.” “'Na época de Srila Bhaktididdhana Sarasvati Thakura, muitos smarta (casta) brahmanas e residentes de Navadvipa eram contra bhakti pura, e eles ate tentaram matar Srila Sarasvati Thakura. Gurudeva amava tanto Srila Prabhupada, que corajosamente decidiu, 'Eu devo estabelecer uma Matha aqui, para lhes ensinar o processo de bhakti pura.'” “'Daqui, nosso querido Gurudeva pregou em ambos lados do Ganges. Neste tempo Pujyapada Parijataka Maharaja, Sannyasi Maharaja, Visnu Maharaja, Visnu-daivata Maharaja, Vaisnava dasa Babaji Maharaja, e muitos outros sannyasis estavam aqui. Mais tarde, quando eu vinha aqui todos os anos Parijataka Maharaja e os outros estavam aqui para dar as boas vindas. Devido a algumas circunstâncias eles não estão aqui hoje, portanto eu lamento não estar vendo nenhum deles. Por outro lado, eu estou muito feliz de ver meus irmãos espirituais Sripad Madhusudhana Maharaja, Sadhu Maharaja, Giri Maharaja, Mukunda prabhu, e outros que estão presentes aqui.” “Eu irei lhes contar a história do porque esta matha ter sido nomeada assim. Devananda Pandita era considerado um grande professor do Srimad-Bhagavatam. Ele ensinava muitos estudantes na sua casa em Kuliya-nagara. Uma vez, o maha-bhagavata Srivasa Pandita passou pela casa de Devananda Pandita e ouviu o Srimad-Bhagavatam sendo recitado. Ele entrou e se sentou para ouvir. Enquanto Devananda Pandita descrevia os passatempos de Krsna, Srivasa Pandita era incapaz de permanecer calmo. Ele chorava amargamente e rolava no chão. Entretanto, os estudantes de Devananda Pandita, desprovidos de bhakti, não podiam entender os asta-sattvika bhavas de Srivasa Pandita.” “Pensando que ele era uma perturbação para seus estudos, eles o tiraram para fora da casa. Devananda Pandita permaneceu em silencio. Quando as notícias deste incidente vieram até Sri Caitanya Mahaprabhu ele irado disse, 'Devananda não entende uma única sílaba do Bhagavatam, que é Krsna personificado e completamente transcendental, portanto como ele pode ensinar?! Srimad-Bhagavatam não pode nem mesmo permanecer perto dele. Ele é um ofensor de ambos Vaisnavas e o Bhagavatam. Eu irei rasgar seu falso Bhagavatam e o jogar longe.” “Algum tempo depois, Devananda Pandita encontrou Sri Pundarika Vidyanidhi, um dos associados de Sriman Mahaprabhu. Pundarika Vidyanidhi misericórdiosamente lhe instruiu sobre as verdades referentes aos devotos, Bhagavatam, e o Senhor Supremo. Ele ainda ensinou Devananda Pandita muitas verdades confidenciais sobre Mahaprabhu e Srivasa Pandita.” “Portanto, se lembrando do seu comportamento prévio, Devananda Pandita ficou cheio de remorso. Quando Sri Caitanya Mahaprabhu veio para Kuliya depois de aceitar sannyasa, Devananda Pandita veio diante dele. Com grande humildade, ele pediu perdão pela sua ofensa. Sriman Mahaprabhu lhe disse para pedir perdão diretamente de Srivasa Pandita. Devananda se aproximou de Srivasa Pandita, que misericordiosamente perdoou todas as suas ofensas. Srivasa Pandita tambêm pediu para Mahaprabhu demonstrar a Devananda Pandita sua misericórdia. Ele fez isto aqui neste lugar, que é chamado aparadha bhanjana-sthali, o lugar aonde as ofensas são perdoadas. Mahaprabhu, portanto o fez qualificado para atingir amor de Deus.” “Meu Gurudeva recebeu a misericórdia total de Srila Gaura-kisora dasa Babaji Maharaja.” “Afim de evitar a associação de desfrutadores dos sentidos materialistas, Srila Gaura-kisora dasa Babaji Maharaja residiu por algum tempo em uma latrina abandonada construída no município de Navadvipa. Ele não abria sua porta a ninguém, nem mesmo para o juiz do distrito e superintendente de policia que vieram lhe ver. Mas ele abriu para o nosso adorável mestre Srila Bhakti Prajnana Kesava Gosvami Maharaja, que era conhecido nesta época como Sri Vinoda-bihari Brahmacari.” “Uma vez, Gurudeva, sua tia, Saroja-vasini devi, e alguns de seus irmãos espirituais vieram encontrar Babaji Maharaja, que como de costume, se recusava a sair. Entretanto, quando Gurudeva revelou que ele era um discípulo de Srila Bhaktisiddhanta Sarasvati Thakura Prabhupada, Srila Babaji Maharaja abriu a porta. O reconhecendo como um recipiente da misericórdia de Srila Sarasvati Thakura, ele abriu a porta com grande afeição, deu seu darshana e lhe instruiu na execução de bhajana puro. Ele imediatamente deu a Guru Maharaja suas bênçãos, dizendo que ele ia tomar sobre sua própria cabeça todas as misérias e problemas que poderiam vir até ele.”



O bhajana kutir de Srila Gaura-kisora dasa Babaji Maharaja.


“Quando Guru Maharaja contava esta história, ele começava a chorar.”


No próximo dia, nós começamos o parikrama oficial. Deixando logo após o mangala arati, Sri Caitanya Mahaprabhu aparentava extremamente opulento no Seu palaquim, conduzindo os devotos jubilantes de Mayapura. Como se literalmente seguindo nos passos de Sri Caitanya Mahaprabhu, o grupo de kirtana estava guiando todos os demais. Não há como executar parikrama de Navadvipa sem kirtana. Quando Sri Caityana Mahaprabhu apareceu em Mayapura 524 anos atrás, foi seu humor extático de sankirtana que Ele distribuiu por toda Navadvipa dhama mandala.





Neste primeiro dia de parikrama, Eu estava determinado a ficar na frente com Mahaprabhu. Eu tive que trabalhar para isso, mas então estando próximo ao kirtana era como estando no coração e alma do parikrama. Antes eu saber, eu tive que correr todo o caminho para Mayapura ghata da nossa Matha. Eu realizei que de alguma maneira Gurudeva me empoderou nesses momentos para esquecer nossas considerações físicas e estar absorto no que ele está oferecendo. Eu descobri que qualquer hora que eu estava me sentindo fraca ou cansada, se eu simplesmente fazia meu para caminho até o grupo de kirtan, o grupo mantinha meu pé movendo e minha mente se focou nesse objetivo. As vibrações eufóricas das mrdangas e kartalas nas mãos dos kirtaniyas jubilantes certamente se espalhava triunfante em todas os ouvidos e corações que tocavam. Nós tivemos a oportunidade de ver o bhajana kutir de Srila Gaura-kisora dasa Babaji Maharaja, que está situado próximo ao samadhi de Srila Bhaktivinoda Thakura no Svananda-sukhada-kunja nas margens do rio Sarasvati em Godruma. Foi daqui que uma noite Srila Bhaktivinoda Thakura viu uma luz transcendental brilhando a uma distancia após o rio. No dia seguinte ele viu a mesma luz quando testemunhou ao sankirtana sendo executado por Sri Gaura-Nityananda no mesmo local. Mais tarde, ele foi investigar, descobrindo a área coberta de plantas de tulasi, e através de mais investigação confirmou ser o local de nascimento de Sri Caitanya Mahaprabhu. Srila Gurudeva veio nos encontrar no parikrama, no Yogapitha. Nós tivemos darshana deste lugar transcendental, e ele nos contou alguns dos passatempos da infância divina de Sri Caitanya Mahaprabhu.




Sri Caitanya Mahaprabhu como o bebê Nimai, com Seus pais, Jagannatha Misra e Saci Mata, no Yogapitha.




Darsana da Deidade de Nrsimhadeva no Yogapitha.


Panca-tattva no templo de Yogapitha.





Sri Gaurasundara apareceu em um dia de lua cheia, na noite, durante o eclipse lunar, quando milhares de pessoas estavam cantando “Hari Bol!”. Tal era um clima propício para o aparecimento do Senhor na sua aparência dourada, vindo experimentar os humores de Srimati Radharani e distribuir unnatojjvala-rasa: aparpita-carim cirat karunayavatirnah kalau samarpayitum unnatojjvala-rasam sva-bhakti-sriyam harih purata-sundara-dyuti-kadamba sandipitah sada hrdaya-kandare sphuratu vah saci-nandanah [“Possa este Senhor, que é conhecido como o filho de Srimati Sacidevi, estar transcedentalmente situado na câmara interna do seu coração. Resplandecente com o brilho do ouro derretido. Ele apareceu na era de Kali pela Sua misericórdia sem causa para nos outorgar aquilo que não tem sido dado por um longo tempo; manjari-bhava, o serviço como uma serva confidencial de Srimati Radhika. (Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 1.4)] Uma noite depois do parikrama, Srila Gurudeva deu hari-katha nos passatempos de Sri Caitanya Mahaprabhu recebendo sannyasa, e Sripad Damodara Maharaja traduziu sua classe em bengali para o inglês: “Hoje nós tivemos a boa fortuna de visitar Koladvipa. Durante o parikrama nós tivemos darsana de Sri Jagannatha dasa Babaji Maharaja, e lá nós ouvimos suas glórias.” “Nós fomos então a Nirdaya ghata, que é aonde Sri Caitanya Mahaprabhu pulou nos Ganges e nadou para Katwa para tomar sannyasa.” “Sri Caitanya Mahaprabhu teve dois casamentos. O primeiro foi com Laksmi-priya devi. Quando Ele foi para Bangladesh, ela não poderia tolerar ficar separada dele, e na dor da separação ela desapareceu deste mundo. Sua segunda esposa foi Visnu-priya devi.” “No dia de tomar sannyasa, Kolaveca Sridhara deu a Nimai Pandita um lauki. Nimai Pandita (o nome de Mahaprabhu na sua vida de casado) trouxe para casa e perguntou sua mãe, 'Ó mãe, por favor me faça lakalaki-kir (lauki cozinhado no leite com açúcar) disto. Mãe Saci fez aquela preparação doce e ofereceu a Thakurji, e todos estavam admirados com o gosto.” “Aquela noite, Nimai Pandita passou algum tempo com Visnupriya pela primeira vez depois de um longo tempo. Ele afetuosamente sorriu e falou docemente com ela, e também a decorou. Visnupriya ficou apreensiva. Nos dias anteriores, quando ela estava indo para o Ganga, ela machucou seu dedo do pé em uma pedra e saiu um pouco de sangue. Considerando isso muito inauspicioso, ela pensou, 'Eu não sei o que irá me acontecer hoje.' Também, enquanto ela estava tomando banho, seu brinco de nariz, que ela recebeu na época do seu casamento, se perdeu no Ganga. Ela buscou por ele por um longo tempo, mas não podia achar. Ela foi até mãe Saci chorando e disse, 'Eu não sei que infortúnio virá até mim.” “Quando ela se lembrou desse incidente, ela tremeu e seu medo aumentou. Nimai Pandita nunca tinha lhe dado a ela muita afeição externa, o que falar de se associando intimamente com ela. Nesta ultima noite, Ele estava decorando ela com Suas próprias mãos – mas ela estava perturbada. Ela pensou, 'Depois de tanto tempo, Ele está me dando Sua afeição. Eu acho que Ele deve estar querendo me deixar e tomar sannyasa.'” “Portanto ela fez um voto que ela não ia dormir, mas Sri Gaurasundara (outro nome de Mahaprabhu na sua vida de casado) chamou Sua Yogamaya, e Visnupriya-devi caiu no sono contra a sua vontade. Ele fez parikrama dela uma vez, e então aparentemente de coração duro e sem misericórdia, Ele a viu pela ultima vez e deixou Sua casa para sempre.” “Sri Saci-devi permaneceu na porta como uma estátua de madeira, quase inerte no seu sentimento de separação iminente dele. Ela não tinha nem mesmo força para chorar. Sri Gaurasundara ofereceu reverências para sua mãe, que o olhava em silêncio, sem poder falar, e deixou Sua casa. Naquela noite de inverno Ele pulou nas águas turbulentas do Ganga neste ghata, atravessou o rio e foi para Kantaka-nagari (Katava) onde Ele aceitou a ordem renunciada de Sri Kesava Bharati. Então, via Santipura, Ele foi para Sri Jagannatha Puri. Parecendo possuir um coração cruel (nirdaya) Ele deixou Sua mãe viúva e Sua esposa, e cruzou o Ganga neste ghata. Portanto, de tempos em tempos, este ghata ficou conhecido como Nirdaya-ghata.





Devotos tomando banho no Nirdaya-ghata
“No ashram de Sri Kesava Bharati, o barbeiro fez o corte de cabelo de Nimai, cujo cabelo era muito atrativo. O barbeiro não queria cortar Seu cabelo, mas pelo desejo de Yogamaya, ele foi forçado a fazer isso.” “Quando Kesavi Bharati veio dar o sannyasa mantra para Nimai Pandita, Nimai perguntou, ‘É esse mantra?’e cantou o mantra no ouvido do Seu guru. Desta maneira o Senhor o iniciou, e então Kesava Bharati deu o mesmo mantra de volta. O Senhor então tomou o nome de sannyasa 'Sri Krsna Caitanya.' “ Sri Caitanya Mahaprabhu desejou ir a Vrndavana, mas Nityananda Prabhu Lhe desviou. Havia alguns vaqueirinhos no caminho, e Nityananda Prabhu lhe disse, 'Um sannyasi virá aqui. Quando Ele perguntar aonde é Vrndavana, Lhe aponte para Santipura.'” “Quando Sri Caitanya Mahaprabhu chegou lá, Ele disse, 'Eu já cheguei a Vrndavana? Os garotos responderam, 'Sim, sim, esta é Vrndavana e este é o rio Yamuna.' Sri Advaita Acarya estava lá e disse, 'Nityananda Prabhu nunca conta uma mentira. Este lado é o Yamuna e aquele lado é o Ganga. Portanto, você realmente veio a Vrndavana.'” “Nityananda Prabhu sabia que Mahaprabhu veio a Santipura, portanto Ele veio a Mayapura para trazer Mãe Saci e todos os devotos de Mayapura. Mãe Saci pediu as bênçãos de Advaita Acarya que, 'Somente Eu irei cozinhar para Ele enquanto Ele estiver aqui.' Mahaprabhu disse a ela, 'Eu cometi um erro ao tomar sannyasa. Eu não deveria ter feito isso. Se você me pedir, Eu irei retornar ao asrama de casado.'” “Mãe Saci disse, 'Não. Alguém que tomou sannyasa nunca pode retornar, mas por favor fique em Jagannatha Puri.' Externamente, Mahaprabhu não reside em Vrndavana porque Mãe Saci estava preocupada que se Ele fosse viver lá, tão longe, ela nunca poderia ter notícias dele. Entretanto, a razão real que Ele não queria ficar lá é porque ele iria estar absorto no Seu humor de Krsna, e o humor de Gaura-lila ia desaparecer. De Santipura, Mahaprabhu foi a Jagannatha Puri.” Srila Gurudeva deu darsana toda tarde, e misericordiosamente realizou duas cerimônias de iniciação durante o decorrer da semana, aonde mais de 350 devotos receberam tanto primeira quanto segunda iniciação. Uma manhã, os brahmacaris trouxeram um bezerro recém nascido no seu quarto.




Quão afortunado nós fomos de poder ter o darsana dos lugares de passatempos do próprio Bhagavan, sob a supervisão de nosso querido Srila Gurudeva. É somente por sua misericórdia que nós pudemos entender Sri Navadvipa dhama, as nove ilhas de Gaura mandala, onde Sri Caitanya Mahaprabhu, conhecido aqui como Sri Gaurasundara e Nimai Pandita, junto com seus associados mais íntimos, estão realizando seus passatempos eternamentes no humor mais magnânimo e distribuindo livremente o amor transcendental de Deus para todos. Neste mesmo humor, nosso mais adorável Gurudeva está anualmente nos guiando em parikrama neste dhama sagrado. Nós oramos para ele e para Sri Nityananda Prabhu pelo serviço amoroso a Sri Caitanya Mahaprabhu, e pela qualificação para verdadeiramente ver o dhama. nityananda-krpa ja-ra prati kabhu haya se dekhe ananda-dhama sarvatra cinmaya “Quem quer que receba a misericórdia de Sri Nityananda Prabhu irá perceber a natureza espiritual deste bem aventurado dhama.” Eu oro que, pela sua misericórdia, Eu poderei ir todo ano para Sri Navadvipa-dhama Parikrama, e trazer novos devotos para experimentar as glórias do movimento de sankirtana de Mahaprabhu.


Jaya Srila Gurudeva !!!



RATHA YATRA em BELO HORIZONTE 2010

CONVITE RATHA YATRA BH 2010

TODOS ESTÃO CONVIDADOS A DANÇAR E CANTAR PARA O SENHOR DO UNIVERSO! HARIBOL...



Os devotos de outras cidades que estão para chegar, favor entrar em contato conosco para combinar a respeito de acomodações, indicação de hotéis, etc. Aguardamos todos com alegria!

Jaya Jagannatha !!!Jagannath Swami nayana patagami bhavatu me!!!

Festival Transcendental de 02 a 03 de Julho em Santos

http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAAEtHpsUNCA31kAL07V70NEUwMjRPdbQYVHQt_XOS7wO8J_HHZ_BXGndyR_FKs72UuMKqjIbWc9QGoDkZyVrlx2AAm1T1UCnVsnLcRwfBrruGqQ3aE6IXbcYp.jpg

Fotos das Deidades da Sri Kesavaji Gaudiya Matha

Sri Sri Radha-vinoda-bihariji Ki Jaya

http://www.bhaktibrasil.com/wp/?p=567


http://www.bhaktibrasil.com/wp/wp-content/image016.jpg


http://www.bhaktibrasil.com/wp/wp-content/image010.jpg


Jaya Srila Gurudeva !!!!Hare Krsna !



Sripad BV Vana Maharaj em Brasilia - Brasil

http://tyrabhakti.lt/wp-content/uploads/2009/07/vana-maharaj.jpg


24 a 27 -Brasilia - 61 8242 2342 (madana gopal dasa)

25 . sexta-feira, 19h às 22h
Teatro JK, SESC 913 Sul


26 . sábado, 15h às 19h
SESC Setor Comercial Sul, Ed. Presidente Dutra


27 . domingo, 16h às 20h
Condomínio Entrelagos, Etapa 2, Cj.I, Cs.04
(ao lado do Itapuã), tel.: 8157 9856


www.bhaktibrasil.com

8157 9856 / 8224 2342 / 8189 3722


Sripad BV Vana Maharaj Ki Jaya !!!




Srila Prabhupada ADULTERAÇÃO DOS LIVROS

El Tambor Rugiente

El Tambor Rugiente

Una actitud crítica hacia el Movimiento Hare Krishna

quarta-feira, 23 de junho de 2010

UPADESAMRTA O NÉCTAR DA INSTRUÇÃO

http://www.bhaktibrasil.com/_images/rupa1.jpg


UPADESAMRTA


O NÉCTAR DA INSTRUÇÃO

escrito por Srila Rupa Goswami,e comentado por Srila Prabhupada



VERSO UM


Uma pessoa sóbria que seja capaz de tolerar o desejo de falar, as exigências da mente, as ações da ira e os impulsos da língua, do estômago e dos órgãos genitais, é qualificada para fazer discípulos em todo o mundo.



VERSO DOIS



Tem seu serviço devocional destruído aquele que se envolve demais nas seis seguintes atividades: (1) comer mais do que o necessário ou arrecadar mais fundos do que os necessários; (2) esforçar-se em demasia por conseguir coisas mundanas que sejam muito difíceis de obter; (3) conversar desnecessariamente a respeito de assuntos mundanos; (4) praticar as regras e regulações das escrituras só por segui-las e não pelo avanço espiritual ou rejeitar as regras e regulações das escrituras e trabalhar independentemente ou caprichosamente; (5) associar-se com pessoas de mentalidade mundana que não estão interessadas na consciência de Krishna; e (6) ambicionar realizações mundanas.



VERSO TRÊS



Há seis princípios favoráveis à prática de serviço devocional puro: (1) ser entusiasta, (2) esforçar-se com confiança, (3) ser paciente, (4) agir segundo os princípios reguladores tais como sravanam kirtanam visnoh smaranam - ouvir, cantar e lembrar-se de Krishna, (5) abandonar a companhia de não-devotos e (6) seguir os passos dos acaryas anteriores. Esses seis princípios garantem indubitavelmente o pleno êxito do serviço devocional puro.



VERSO QUATRO


Os seis sintomas de amor que os devotos compartilham entre si são: dar presentes em caridade, aceitar presentes caridosos, revelar os pensamentos confidencialmente, indagar confidencialmente, aceitar prasadam e oferecer prasadam.





VERSO CINCO



Deve-se honrar mentalmente o devoto que canta o santo nome do Senhor Krishna; deve-se prestar reverências humildes ao devoto que tenha se submetido à iniciação espiritual (diksa) e que se dedique a adorar a Deidade; e deve-se associar com o devoto puro que seja avançado em serviço devocional indesviável e cujo coração está inteiramente isento da propensão de criticar os outros e também deve-se servir fielmente tal devoto.



VERSO SEIS



Situado em sua posição consciente de Krishna original, o devoto puro não se identifica com o corpo. Não se deve encarar tal devoto a partir de um ponto de vista material. Na realidade, não se deve reparar se o corpo do devoto nasceu em família inferior, se tem aspecto feio, se é deformado, doente ou fraco. Segundo a visão comum, essas imperfeições podem parecer importantes no corpo de um devoto puro; porém, apesar de tais defeitos aparentes, o corpo do devoto puro não pode contaminar-se. É assim como as águas do Ganges que às vezes, durante a estação das chuvas, enchem-se de bolhas, espuma e lama. As águas do Ganges não ficam poluídas. Aqueles que são avançados em entendimento espiritual se banharão no Ganges sem considerarem a condição da água.



VERSO SETE



O santo nome, o caráter, os passatempos e as atividades de Krishna são todos transcendentalmente doces como o açúcar-cande. Embora a língua de uma pessoa atormentada pela icterícia da avidya (ignorância) não possa apreciar nenhuma coisa doce, é maravilhoso que, pelo simples fato de cantar com cuidado estes doces nomes todos os dias, desperte em sua língua um sabor natural e sua doença seja aos poucos destruída pela raiz.



VERSO OITO



A essência de todos os conselhos é que se deve utilizar todo o tempo - vinte e quatro horas por dia - em cantar bem e lembrar o nome divino do Senhor, Sua forma transcendental, Suas qualidades e Seus passatempos eternos, ocupando-se, deste modo, a língua e a mente, passo a passo. Dessa maneira, deve-se morar em Vraja (Goloka Vrndavana-dhama) e servir a Krishna sob a orientação dos devotos. Deve-se seguir os passos dos adorados devotos do Senhor, os quais estão profundamente apegados a Seu serviço devocional.



VERSO NOVE



O lugar santo conhecido como Mathura é espiritualmente superior a Vaikuntha, o mundo transcendental, porque o Senhor nasceu ali. Mas a floresta transcendental de Vrndavana é superior a Mathura-puri por causa dos passatempos rasa-lila de Krishna. E a colinna de Govardhana é superior à floresta de Vrndavana pois a mão divina de Sri Krishna a ergueu e ela serviu como cenário para Seus vários passatempos amorosos. E, sobretudo, o superexcelente Sri Radha-kunda ocupa a posição suprema pois é inundado pelo prema nectáreo e ambrosíaco do senhor de Gokula, Sri Krishna. Qual, então, será a pessoa inteligente que não estará disposta a servir a este divino Radha-kunda situado ao pé da colina de Govardhana?



VERSO DEZ



Os sastras dizem que, de todas as classes de trabalhadores fruitivos, aquele que é avançado em conhecimento dos valores superiores da vida é favorecido pelo Supremo Senhor Hari. Dentre muitas de tais pessoas avançadas em conhecimento (jnanis), aquela que está praticamente liberada em virtude de seu conhecimento talvez adote o serviço devocional. Esta é superior aos outros. Contudo, a que realmente alcançou prema, amor puro por Krishna, é superior àquela. As gopis são mais elevadas que todos os devotos avançados porque sempre dependem totalmente de Sri Krishna, o vaqueirinho transcendental. Dentre as gopis, a mais querida de Krishna é Srimati Radharani. Seu kunda (lago) é tão profundamente querido para o Senhor Krishna quanto Ela, Radharani, a mais querida das gopis. Quem, então, não residiria em Radha-kunda e, com um corpo espiritual sobrecarregado com sentimentos devocionais extáticos (aprakrta-bhava), não prestaria serviço devocional ao casal divino Sri Sri Radha-Govinda, que realizam o Seu astakaliya-lila, Seus oito eternos passatempos diários? Na realidade, as pessoas que realizam serviço devocional às margens do Radha-kunda são as mais afortunadas do Universo.



VERSO ONZE



Dos muitos objetos de deleite favorito e de todas as adoráveis donzelas de Vrajabhumi, Srimati Radharani é com certeza o mais precioso objeto amado de Krishna. E, sob todos os aspectos, Seu kunda divino é descrito por grandes sábios como semelhantemente querido para Ele. Sem dúvida, mesmo para grandes devotos, é muito raro alcançar Radha-kunda; portanto, é ainda mais difícil que devotos comuns o alcancem. Se alguém se banha uma só vez nessas águas santas, seu amor por Krishna desperta plenamente.



Todas as glórias sejam para Srila Prabhupada!




*Srimad-Bhagavatam [Canto 4 Cap. 15 Verso 5]

*Srimad-Bhagavatam [Canto 4 Cap. 15 Verso 5]

Aparecimento e coroação do rei Prthu

Tradução

A mulher tem dentes tão lindos e qualidades tão belas que na verdade embelezará os adornos que usar. Seu nome será Arci. No futuro ela aceitará o rei Prthu como seu esposo.

Verso 6

Sob a forma do rei Prthu, a Suprema Personalidade de Deus aparece através de uma parte de Sua potência para proteger a população do mundo. A deusa da fortuna é a companheira constante do Senhor, e por isso encarna parcialmente como Arci para tornar-se a rainha do rei Prthu.

Significado

No Bhagavad-gita, o Senhor diz que , sempre que alguém presenciar algum poder extraordinário, deverá concluir que uma representação parcial específica da Suprema Personalidade de Deus está presente. Embora haja inúmeras personalidades assim, nem todas elas são expansões plenárias visnu-tattva diretas do Senhor. Muitas entidades vivas são classificadas entre as sakti-tattvas. Tais encarnações, dotadas de poder para propósitos específicos, são conhecidas como saktyavesa-avataras. O rei Prthu era um desses saktyavesa-avataras do Senhor. Do mesmo modo, Arci, a esposa do rei Prthu, era saktyavesa-avatara da deusa da fortuna.

Verso 7

O grande sábio Maitreya continuou: Meu querido Viduraji, naquela ocasião, todos os brahmanas louvaram e glorificaram sumamente o rei Prthu, e os melhores cantores de Gandharvaloka cantaram suas glórias. Os habitantes de Siddhaloka jogaram flores, e as belas mulheres nos planetas celestiais dançaram em êxtase.

Verso 8

Búzios, cornetas, tambores e timbales vibraram no espaço exterior. Grande sábios, antepassados e personalidades dos planetas celestiais vieram todos á Terra, provenientes de vários sistemas planetários.

Versos 9 – 10

O Senhor Brahma, o mestre de todo o universo, chegou ali acompanhado por todos os semideuses e seus líderes. Vendo as linhas da palma da mão do Senhor Visnu na mão direita do rei Prthu e impressões de flores de lótus nas solas de seus pés, o Senhor Brahma pôde entender que o rei Prthu era uma representação parcial da Suprema Personalidade de |Deus. Uma pessoa cuja palma da mão tem o sinal de um disco, bem como outras linhas semelhantes, deve ser considerada uma representação ou encarnação parcial do Senhor Supremo

Significado

Há um sistema mediante o qual pode-se reconhecer uma encarnação da Suprema Personalidade de Deus. Hoje em dia tornou-se moda barata aceitar qualquer patife como uma encarnação de Deus, mas, por este acontecimento, podemos ver que o Senhor Brahma examinou pessoalmente as mãos e pés do rei Prthu em busca de sinais específicos. Em suas profecias, os sábios eruditos e brahmanas aceitaram Prthu Maharaja como uma expansão parcial plenária do Senhor. Durante a presença do Senhor Krsna, entretanto, certo rei declarou ser Vasudeva, e o Senhor Krsna o matou. Antes de aceitar alguém como encarnação de Deus, deve-se verificar sua identidade de acordo com os sintomas mencionados nos sastras. Sem esses sintomas, o farsante fica sujeito a ser morto pelas autoridades por fazer-se passar por uma encarnação de Deus. *Versos lidos Por Maharaja Dhanvantari ontem 22/06/2010 no templo de Sri Sri Radha Gokulananda em Nova Gokula Ki Jaya!

*Todas as glórias a Sua Divina Graça A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada!

Fundador-Acharya da Sociedade Internacional para Consciência de Krishna

Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare

Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare

Quem canta Hare Krishna seus males espanta !

“Colabore”

seu servo_ gostha-vihari dasa(PS)

Iskcon_Nova Gokula

i>Lacto-vegetariana>

MARCAS DE QUEIJO QUE NÃO UTILIZAM COALHO ANIMAL

pesquisa by :

Madhukari


MARCAS DE QUEIJO QUE NÃO UTILIZAM COALHO ANIMAL


* Cruzília
http://www.cruzilia.com.br/
Mercado Municipal Central
Rua da Cantareira, 200
Loja 1 - Rua D - Box 8 Tel (11) 3311-0658
Loja 2 - Rua E - Box 16 Tel (11) 3228-0814
Observação: Todos os queijos da marca Cruzília podem ser consumidos,
inclusive os de “massa dura”. Nos últimos anos, eles adaptaram as fórmulas
para poderem se enquadrar ao mercado islâmico.



* Keijobon
http://www.keijobon.com.br/
Observação: Todos os queijos da Keijobon podem ser consumidos.



* Funky
http://www.laticiniosfunky.com.br/
Observação: Os laticínios Funky podem ser facilmente encontrados no Vale do
Paraíba. Todos os queijos podem ser consumidos, mas eles fabricam apenas os
queijos de “massa mole”.
O coalho utilizado nesta firma é o Coalho Estrela (e que pode ser
consumido), bastante utilizado pelos laticínios do interior paulista.



* Yema
http://www.yema.com.br/
Ligue para o número (11) 6204-1466 e compre direto da fábrica.
Observação: todos os laticínios Yema podem ser consumidos, sem restrições,
incluídos o provolone e a mozarella.
A linha completa pode ser encontrada na rede de Supermercados Sonda.


* Vigor
http://www.vigor.com.br/
Observação: Podem se consumidos apenas os queijos Minas Frescal
(tradicional, light e zero).



* Tirolez
http://www.tirolez.com.br/
Observação: Apenas o queijo Minas Frescal pode ser consumido.



* Camanducaia
http://www.laticinioscamanducaia.com.br/aempresa.htm
Endereço: Rua Santa Rosa, 183,187 e 191.
Observação: Os Laticínios Camanducaia é o local de mais fácil acesso para
quem mora em São Paulo.
Todos os queijos podem ser consumidos e acabou se tornando o reduto dos
lacto - vegetarianos na capital.



* Balkis
http://www.balkis.com.br/
Linha kosher e lacto - vegetariana
Observação: Todos os queijos dessa empresa podem ser consumidos.
Creio que saíram na frente das outras empresas ao se aliarem a União
Vegetariana Internacional e divulgarem no site.



* Polenghi e Campo Lindo (são os mesmos proprietários e também os mesmos
produtos)
http://www.polenghi.com.br/
Observação: Apenas os queijos Camembert, Brie, Gorgonzola, Reino,
Frescatino, Crem A´zur, Cream cheese e Alouette podem ser consumidos.



* Boa Nata
http://www.boanata.com.br/
Facilmente encontrado no Rio de Janeiro


* Pedra Selada
Encontrado no Rio de Janeiro, fabricado em Rezende


* Cedrense
http://www.cedrense.com.br/
Fabricado em Santa Catarina


* Frimesa
http://www.frimesa.com.br
Fabricado no Paraná


Considerações finais: Caso não encontre nenhum desses queijos em sua cidade,
pode-se optar pela Ricota, Cream Cheese, Mascarpone, Cotagge, Chancliche
(queijo árabe) e Catupiry. Todos esses queijos não levam coalho em sua
fórmula, apenas fermento lácteo.

Hare Krsna !

Quem É Qualificado para Compreender o Bhagavad-gita?



Quem É Qualificado para Compreender o Bhagavad-gita?


Excerto de um palestra de Srila Prabhupada,

Montreal, 24 de agosto de 1968


Assim, quem é qualificado para compreender o Bhagavad-gita? Vocês podem compreender. Aqueles que não são bhaktas, eles também podem compreender, superficialmente. Assim como alguém tem a garrafa de mel. Se a pessoa pensa que: “Eu tenho a garrafa de mel. Permitam que eu lamba a garrafa”, então, lambendo a garrafa, que gosto você irá obter? A garrafa tem que ser aberta e você tem que ver o que está lá. (risos). E se um patife pensa que “estou lambendo esta garrafa, e estou comendo mel, estou saboreando mel”, ele é o patife número um. Simplesmente. De maneira similar, se alguém não é bhakta, se alguém não é devoto de Krsna, esse patife não pode compreender o que é o Bhagavad-gita. Não é por meio de sua erudição ou por meio de sua especulação. Então você nunca compreenderá o Bhagavad-gita. Se você tem que compreender o Bhagavad-gita, então você tem que compreender mediante o processo como este é declarado no Bhagavad-gita, não mediante sua própria especulação mental. Este é o processo para compreender. Bhakto ’si me sakha ceti [Bg. 4.3]...


Assim, este é o processo de compreensão do Bhagavad-gita. Portanto, estou falando a partir deste capítulo quatro. O segredo para compreender o Bhagavad-gita está aqui, e, se vocês seguirem estes princípios... Assim como, quando você compra um frasco de remédio da [...] drogaria, há uma dose. Leia: “Este medicamento deve ser consumido nesta dose”. Se você segue a direção do rótulo do frasco, então você se beneficia. Similarmente, aqui está a direção: evam parampara-praptam. Você tem que compreender o Bhagavad-gita a partir da sucessão discipular, e isso significa alguém que é devoto, um devoto. Devoto. Este devoto de sucessão discipular. Do contrário, não há possibilidade. Se essa sucessão discipular é algo diferente do serviço devocional, então ele não pode compreender o Bhagavad-gita. Há muitas experiências práticas, e muitíssimos eruditos, livros que estudamos, e seus comentários não passam de disparates, porque eles não são bhaktas. Eles tentam compreender o Bhagavad-gita simplesmente por meio de sua qualificação acadêmica. Isso não é possível. Isso não é possível. Se alguém está tentando [compreender] o Bhagavad-gita por meio de sua qualificação acadêmica... Qual é o valor dessa qualificação acadêmica? Ela não tem nenhum valor na presença da ciência espiritual. É algo diferente. Deve-se compreender por um processo diferente.


Portanto, nós discutiremos este Bhagavad-gita, como Arjuna compreendeu. Trata-se de um fato claramente mencionado aqui, o fato de que, antes de Arjuna, antes de encontrar-Se com Arjuna, a ciência do Bhagavad-gita esteve perdida. É claramente declarado. Sa kaleneha yogo nastah parantapa [Bg. 4.2]. Estava perdida. Embora seja eterna, mesmo assim; porque o sistema parampara, ou sucessão discipular, rompeu-se, o verdadeiro significado ou verdadeiro sentido do Bhagavad-gita não foi recebido. Rompeu-se. Nasta significa o sistema parampara rompido. Portanto, Krsna está designando Arjuna para compreender, isto porque ele é devoto e amigo. Assim, se você aceita o Bhagavad-gita como Arjuna o compreendeu, então você está ouvindo diretamente de Krsna. Este e o processo.


Tradução de Bhagavan dasa (DvS) – Outras traduções disponíveis em www.devocionais.xpg.com.br

terça-feira, 22 de junho de 2010

Homenagem á Sanga Santos Sri Gaudiya Math


Adhoksaja Dasa no Sri Vyasa Puja Festival , guardando sua Thakuraji de Sri Goura Nitai


http://4.bp.blogspot.com/_CK9F0ohAraA/TCFwt5IxnzI/AAAAAAAACpw/OiFZEcRHUBI/s1600/IMG_0541.jpg


Haribol !!! Goura Nityananda bol Haribol Haribol !!!
Haribol !!! Goura Nityananda bol Haribol Haribol !!!
Haribol !!! Goura Nityananda bol Haribol Haribol !!!

Sri GaudiyaMath de Santos - SP esta em festa
anciosos pela chegada de Sripad BV Vana Maharaj
no dia em que vai acontecer um mega festival na cidade
de Santos .

Os devotos ja estão com tudo preparado

enviaram nos cartazes e um belo texto convidando a todos para irem
kirtanear e cantar os Nomes Divinos de Goura , em breve vou postar
o convite e o cartaz .

Santos tem fama de ser uma sanga grande onde
os devotos todos se misturam e congregam juntos , tem fama de ser
um dos melhores kirtanas do estado de SP .

A frente destes programas espirituais para Sri Radha Krsna Sri Guru e Gouranga temos o nosso querido doce mridangueiro incansavel Adhoksaja Dasa que no dia de hoje faz aniversário de aparecimento transcendental o qual agente presta esta homenagem e agradece o carinho dele com a missão de Srila Gurudeva.

Adhoksaja Das é muito querido por todos de nossa familia espiritual , querido de Srila Gurudeva e Sripad BV Vana Maharaj tambem gosta muito dele que eu sei rssr , eu tambem gosto muito de kirtanas e de tocar kartalas e muito bom a presença deste de prabhu ji Adhoksaja com agente, temos muito irmãos espirituais músicos e cantores e quando ele não estão nos kirtans faz falta a presença de cada um e
Adhoksaja Dasa com certeza e um deles que se não estiver presente agente sente falta...

Parabens todas as benções divinas em sua vida e em sua alma , continue neste caminho limpo e sereno , sua missão é grande e voce tem as benções divinas de nosso guruji e de nosso querido Sripad Vana Maharaj então nada pode te parar, haribolll ...

Sanga Santos - SP Ki Jaya !!!!Dandavat Pranamas, Jaya Srila Gurudeva !!!!

Adhoksaja Dasa Ki Jaya !!!!!Sripad Vana Maharaj Ki Jaya !!!!



.

Dealings of a Vaishnava - A Short Note



by: Pure Bhakti

Dealings of a Vaishnava - A Short Note


First try to give up all the manifestations of your false ego - like anger. If you have so much anger, you cannot understand topics about bhakti.

Try to be very humble:

trnad api sunicena taror api shaisnuna
amanina manadena kirtaniyah sada harih

["Thinking oneself to be even lower and more worthless than the insignificant grass which is trampled beneath the feet of all, being more tolerant than a tree, accepting no honor, but offering respect to all others according to their respective positions, one should continuously chant the holy name of Sri Hari." (Siksastam, verse 3)]

This principle should not only be seen and practiced in Sri Caitanya-caritamrta; it should enter your heart. If you are not following this, but you are always in an arrogant mood and telling others, "You should obey me, I will not obey you. What I am telling is true to the highest extent" - not considering what the other person is telling you, or whether he is giving good or bad advice - this is not good. Do not be like this.

Try to be like Sri Caitanya Mahaprabhu and His associates. They were so broadminded. Always see what other persons want. Try to realize their difficulties.

We should try to understand the suffering of another person. We should try to keep our own mood concealed, and try to accept and hear the other person's mood. We should try to understand the happiness and distress of another. We should give up our own moods and hear the other person's moods. Then, together, we can consider what to do. If we do not hear the other person's mood, but rather keep our own mood prominent, this is not called ‘association'.

There are four duties of a madhyama-adhikara: love (prema) to Sri Krsna or Sri Caitanya Mahaprabhu, and friendship to Vaisnavas. We should give friendship and service to superiors. To those who are equal, we should give deep friendship. To those who are junior, we should give friendship with some mercy and compassion.

Kanistha Vaisnavas, those who are not very advanced, should be given a great deal of mercy. Always tell them hari-katha. They may do something wrong, but we should tolerate that. If doctors are going to operate on someone, and that person abuses the doctor or others, still, the doctor very patiently tolerates and does the needful. So, we should tolerate all these things; we should obey this principle.

We should try to neglect those people who have an opposing mood and are making some offense, but we should not quarrel with them. We should follow the example of Prahlada Maharaja - the way in which he reciprocated with his father. We should also follow the example of the way in which Yudhisthira Maharaja reciprocated with the inimical Duryodhana. Yudhisthira Maharaja never called him "Duryodhana," but rather "Suyodhana." [‘Duryodhana' refers to a bad person, and ‘suyodhana' refers to a good person.] Also, he addressed the demon Dushasana as Sushasana.

We should try to follow all of these principles. This is the ground-level - the platform - of bhakti. If the platform is not made, then all these showers of instructions [the instructions he is about to give in his six-day discourse on Sri Bhakti-tattva Viveka) may come but will not remain with you. If your ego is like a mountain, this shower will go down the mountain; it will not remain on it. Those who are polite, trnad api sunicena, will gain everything; and those who are proud will gain nothing.

- Srila Bhaktivedanta Narayana Goswami Maharaja

Contato

Email :
harekrishnacampinas@hotmail.com

Creative Commons License

Jornal Hare Krsna Brasil é licenciado Licença Creative Commons
Ao copiar qualquer artigo por gentileza mencionar o link o credito do autor .